Objetivo

Este blog tem por finalidade reunir criações literárias de escritores independentes. O grupo que aqui se apresenta teve início com a Oficina Literária ministrada por Diego Petrarca, mas esta aberta a outros que por ventura quiserem ter seus textos publicados.

segunda-feira, 14 de novembro de 2011

ÀS MANIAS - do pobre vulcão

Sim, caiu de uma pequena árvore, aquele pobre vulcão.
Vulcão sulcado...
Veias já lhe aparecem...
Perdeu o verde viçoso que lhe era natural...
Pobre vulcão, cai, e ainda pisoteado, insiste em fazer parte D'aquilo...
Já não nos ajuda mais, ajuda a ficar no chão, aquele pobre vulcão...
ajuda a forrar uma mansão de um sabiá, a ficar ao pé de um jacarandá...
não ajuda em muita coisa o pobre vulcão...
Enquanto cai o pobre vulcão, perde a seiva alaranjada...
e seca antes de encostar o chão
pobre vulcão...

(Rafael Muniz Espíndola)

2 comentários:

  1. Muito bom um pobre vulcão caindo de uma árvore. Já dá pra imaginar um conto, quem sabe até a cena inicial de uma novela.

    E então, ex-colegas oficineiros, andam produzindo por aí?

    Abraços a todos e mandem notícias!

    ResponderExcluir
  2. Só pra corrigir... é Rafael Muniz Espíndola...

    ResponderExcluir